Valorizar os servidores do Ministério do Desenvolvimento Agrário é valorizar a reforma agrária, a agricultura familiar e o desenvolvimento rural sustentável e solidário!

sexta-feira, 6 de março de 2015

ASSEMDA celebra o Dia da Mulher com café da manhã e debate

Na manhã desta sexta-feira (06/03) as servidoras (e os servidores) do MDA celebraram o Dia Internacional da Mulher, participando do café da manhã com debate, no térreo do Palácio do Desenvolvimento, organizado pela ASSEMDA. Nestas horas agradáveis de bate-papo e debate, discutiu-se o machismo e a desigualdade de gênero no mundo, no Brasil e no ambiente de trabalho, inclusive questões associadas a isso, como a carência de creche, o assédio moral e sexual, a violência doméstica e sexual e os ataques aos direitos das trabalhadoras.

Palestraram as ativistas feministas Karine Afonseca, da executiva do Distrito Federal do Movimento Mulheres em Luta (MML), e Viviane Oliveira, diretoria da Confederação de Mulheres do Brasil (CMB). Karine convidou para o ato do Dia da Mulher convocado pelo MML neste domingo (08), às 9h, na feira da QNL no bairro de Taguatinga, e passou entre as presentes o abaixo-assinado pela exigência da destinação de 1% do PIB para políticas públicas contra a violência à mulher. Viviane convidou para o ato no dia dia 11/03 no Congresso Nacional de apoio a aprovação de lei federal estabelecendo a obrigatoriedade da igualdade de salários entre trabalhadoras mulheres com os homens.
Após encerrado os ainda presentes tiraram uma foto coletiva.

Denunciou-se ainda que as últimas medidas do governo da presidenta Dilma Roussef com edição das Medidas Provisórias (MPs) 664 e 665 que atacam direitos trabalhistas (pensão de viúvas e seguro-desemprego), o aumento das taxas básicas de juros pelo Banco Central e o ajuste fiscal organizado pelo ministro da Fazenda Joaquim Levy com severo corte no orçamento, inclusive em pastas como Saúde, Educação, Justiça e Desenvolvimento Agrário, terão enorme impacto negativo sobre as mulheres trabalhadoras.

Os diretores da ASSEMDA, Almir Cezar, Flauzino Antunes e Arthur Costa destacaram o fato que apesar de representarem metade da população do campo, as mulheres são mais de 70% das pessoas em situação de pobreza extrema no meio rural, e que a busca pelo desenvolvimento rural sustentável e solidário deve levar em consideração a superação do machismo e a desigualdade de gênero. Por isso a importância que a ASSEMDA desde sua fundação discute (e combate)  através da sensibilização da questão e da apresentação de uma pauta de reivindicações específicas.


Cartaz de divulgação das atividades organizadas pela ASSEMDA
Lembrou-se ainda que em 2013 a ASSEMDA lançou a campanha contra o assédio moral e sexual no ambiente de trabalho do MDA, tendo em vista às denúncias da Associação contra algumas chefias pelas práticas, cujo alvos são em geral principalmente mulheres. Ano passado a ASSEMDA lançou a campanha pela creche para trabalhadores mães e pais do órgão, chamada #CrecheJáNo MDA!.

O evento encerrou com a decisão coletiva de criação na Diretoria Executiva da ASSEMDA de uma coordenação de mulheres para tocar a luta pela pauta específica de promoção de ação afirmativa de igualdade de gênero no Ministério. Esta questão será tratada na próxima segunda-feira (09/03) às 12h30 na sede da Associação, sala 1401, 14º andar do Edifício Palácio do Desenvolvimento. A questão será capitaneada pelas colegas Keliane Miranda, Juliana Antunes e Josiane Macedo. Estão todas (e todos) convidados!


Amanhã, sábado (07/03), dando continuidade a celebração do Dia das Mulheres,  ASSEMDA retoma seu tradicional churrasco no Parque da Cidade de Brasília de todo primeiro sábado do mês. O local são as churrasqueiras do Estacionamento 04 do Parque e começa  a partir das 11h. Leve sua família e traga sua carne e bebida, que o fogo é por conta da ASSEMDA!










Veja mais fotos:
montagem das cadeiras

começo da montagem da mesa do café da manhã

Karine Afonseca, do MML, começa sua palestra











Karine Afonseca passa um abaixo-assinado pela exigência
do 1% do PIB para combate a violência à mulher









Viviane Oliveira da CMB começa sua palestra



Viviane lê uma manifesto convidando a um ato no dia 11/03




Após encerrando o evento, os participantes ainda presentes
tiraram uma foto coletiva como lembrança.
Atualizado às 14h12

Nenhum comentário: